Patrocínio

Patrocínio

quarta-feira, fevereiro 3

Esporte Interativo é uma ameaça real para o poderio da Globo no Futebol?

Essa batalha tende a render e os Clubes é que podem ser beneficiados...
Em 1987 o Futebol Brasileiro teve uma chance de ouro de tomar a dianteira no mundo da bola, com a criação da Copa União. Antes da mesma os campeonatos brasileiros eram inchados ao extremo, normalmente com mais de 40 participantes. Para se ter uma ideia em 78 nada menos do que 96 times participaram. 

Naquele ano a CBF disse-se sem condições de organizar o campeonato. Diante disse os clubes procuraram a Rede Globo e daí nasceu a Copa União, com 16 times participantes ( Santos, São Paulo, Corinthians, Palmeira, Vasco, Flamengo, Vasco, Fluminense, Atlético, Cruzeiro, Internacional, Grêmio, Coritiba, Santa Cruz, Bahia e Goiás ) o torneio foi um sucesso de público e renda, despertando o interesse da Emissora dos Marinho pelo futebol, tanto que desde então ela sempre transmitiu todos os campeonatos. Contudo a competiçao fez algo de muito errado ao deixar de fora times fortes e que tinham feito grandes campanhas anteriormente como Guarani ( vice em 86 ), América-RJ ( terceiro em 86 ), Bangu ( vice em 85 ), Sport, Portuguesa e outros times. Era claro e evidente que não daria para fazer tudo numa competição só, mas o corte foi grande demais. 

5 anos depois os ingleses criaram a Premier League que hoje é mais rentável do mundo, mas poderia ser o Brasil. A Copa União perdeu-se diante da politicagem do futebol, com estruturas que servem aos dirigentes mas não aos clubes. E passados quase 30 anos ainda estamos patinando no quesito organização, onde recentemente o STJD decidiu quem ficaria na Série A ou cairia para a B.

Em 2011 a Globo usou o então Presidente do Corinthians Andrés Sanches ( atualmente Deputado pelo PT ) para implodir o Clube dos 13 e ficar com o total comando do futebol brasileiro. Recentemente a Emissora renovou com os times até 2018, com uma brutal distorção entre os valores dados aos clubes, onde Flamengo e Corinthians levam 180 milhões e os menores meros 20 milhões.

Contudo, agora, o canal enfrenta concorrência do Esporte Interativo para assegurar contrato de 2019 a 2022. A Emissora, comprada recentemente pelo Grupo dos EUA Time Warner, tem exercido forte pressão junto aos times para tentar garantir contratos com os times para transmitir os jogos em TV Fechada. Até agora apenas o Santos confirmou o acerto, mas a dupla paranaense ( Atlético e Coritiba ) também estariam acertados.

O Grupo tem oferecido 600 milhões de reais para que 20 times acertem com o canal. E trazem como proposta uma distribuição melhor do dinheiro, no estilo justamente da Premier League. O rolo, contudo, é que se apenas 8 times assinarem o canal só poderá transmitir as partidas envolvendo estes 8, porque pela Lei Pelé o direito de TV é dos dois times envolvido na partida, não apenas do mandante. Sendo assim se o jogo for Santos x Flamengo e Globo e o Esporte Interativo não se entrarem em um acordo, a peleja não poderia ser transmitida. O EI aponta que com ao menos 8 times conseguiria forçar a Globo para um entendimento. Deve ser o que vai terminar acontecendo.

Só quem tem a ganhar são os times. Desde que os Dirigentes pensem no melhor para o Clube e não para eles mesmos. É uma outra chance, como fora em 87. Será que perderemos o bonde outra vez? Espero que não...

Nenhum comentário:

Postar um comentário