Patrocínio

Patrocínio

quarta-feira, março 23

E a Republica agora está de pernas por ar. Ou já estava antes?

Será, agora, o fundo do poço da Republica Federativa do Brasil?
Eu já tinha cantado a bola antes, citando que o fato dos políticos processados e presos pelo Mensalão terem ficado com penas bem leves e os operadores ( Marcos Valério e sócios, além das pessoas ligadas ao BMG e ao Banco Rural ) ainda estarem presos iria servir de mote para que os envolvidos no Petrolao abrissem a boca. Pois bem, na segunda a Construtora Odebrecht definiu que seu Presidente e os Diretores presos passariam a colaborar ativamente com as investigações da Operação Lava Jato. E isso deveu-se, claramente, ao medo de que só eles ficassem com penas grandes enquanto que políticos e os outros empresários que já assinaram acordos com a Justiça logo saíssem da cadeia, se é que chegassem a passar por lá.

Caiu como uma bomba hoje a divulgação de uma lista com mais de 200 nomes ( para todos os gostos partidários ), que a Polícia Federal teve acesso entre os documentos apreendidos na 23ª Fase da Operação Lava Jato. Os nomes vao desde Deputados do PC do B, passando por Aécio Neves ( candidato Neves na planilha ), indo até o Senador Humberto Costa e, claro, a campanha da Presidente Dilma.

Agora, ao que parece, estamos diante de um abalo sísmico na Republica, o que deveria ser o fundo do poço, mas as últimas semanas nao me permite pensar assim, pois sempre que algo terrível acontece, logo depois vem algo pior ainda. E sabe-se lá o que vai aparecer nessas Delações do pessoal da Odebrecht?

Resta-nos aguardar e ver o que poderá acontecer. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário