Patrocínio

Patrocínio

terça-feira, março 22

Estado Islâmico assume autoria do covarde atentado em Bruxelas

A dor não conhece barreiras e nem idiomas, é coisa da alma
Terrorismo. Algo que eu deploro com todas as minhas forças. Normalmente os integrantes de Grupos Terroristas acreditam que a sua luta é digna e que tudo é válido para conseguir o objetivo maior do grupo. É o famoso "o fim justificam os meios". Nada pode ser mais abjeto ou odioso. Para quem pensa(??) assim, quanto mais mortes acontecerem em seus atos, melhor. 

Hoje Bruxelas, capital da Bélgica, foi atingida por dois ataques terroristas: o Aeroporto Internacional e a estação do metro de Maelbeek, que fica muito próxima de prédios da União Europeia. Até o momento em que escrevo morreram 34 pessoas e mais do que o dobro de feridos. O Estado Islâmico reinvindicou para si a autoria dos atentados. O mais cruel é imaginar que um bando de animais está neste momento comemorando o feito. E mais nojento ainda é saber que partidos políticos mundo a fora ainda apareçam para defende-los, até no Brasil.

Que o mundo, um dia, possa ficar livre desses grupos, que com certeza não representam o pensamento da imensa maioria dos islamitas, cuja religião prega a paz e a tolerância. Enquanto isso, enfrentar de frente este grupos é o que poderá faze-los retroceder. Por hora solidarizo-me com os belgas e a sua dor. Que desconhece barreiras e nem idiomas, sendo coisa da alma humana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário