Patrocínio

Patrocínio

quinta-feira, março 10

Mais um canalha do Mensalão é perdoado: João Paulo Cunha

Deve problema do nome, pois este também presidiu a Câmara...
O Partido dos Trabalhadores diz, e os bestas acreditam, que luta contra a corrupção e que segue as regras da justiça. Apenas diz, porque na prática faz tudo o que está ao seu alcance para fazer o contrário. E pouco importa se é ou não algo deplorável, eles fazem assim, demonstrando o seu total desprezo pela decência, algo que eu sei desde muito tempo.

Quando condenados pelo Mensalão, o Partido tratou de dizer que foi um julgamento de exceção - o que é mentira - e passou a trabalhar para melar o julgamento. Para isso foram indicados dois Ministro para o STF que fizessem o serviço sujo, aprovando os Embargos Infringentes, reduzindo as penas de TODOS os petistas que haviam sido condenados. Mas mesmo assim, todos foram presos. Pena que, ao contrário de presos comuns ( pobres e negros ) ficaram por lá pouco tempo. 

Dilma passou a editar Decretos dando indultos de Natal para diversos presos. O que isso tem de mais? Simples: os petistas poderiam solicitar extinção de suas penas com base nestes Decretos. Foi assim que José Genoíno conseguiu sua "liberdade". Aliás, por falar nele curioso que ele nunca mais tenha sido internado quase morrendo do coração, não é mesmo? Pois hoje o STF extinguiu a pena de João Paulo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados.

E assim apenas José Dirceu segue cumprindo pena, mas porque está preso preventivamente por seu claro envolvimento com o Petrolão. E o PT para, muito poucos é preciso dizer, alguns brasileiros ainda é o exemplo de decência e de combate à corrupção. Imagina se fosse exemplo do contrário como é que seria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário