Patrocínio

Patrocínio

sexta-feira, julho 29

Está chegando: falta uma semana para a Olimpíada

Prontos ou não a festa vai começar...

Daqui a uma semana terá início a XXXI Olimpíada da Era Moderna ( os jogos cancelados pelas duas Grandes Guerras contam para o total ), que pela primeira vez será realizada fora da Europa, Ásia e América do Norte, bem como pela primeira fora de um país rico. Obviamente será a primeira em um país que fala português e provavelmente será a única que veremos assim.

Tivemos 7 anos ( a conta do mentiroso no dicionário popular ) para prepararmo-nos para realizar Jogos Memoráveis, mas muita coisa ficou pelo caminho. O noticiário deixa claro tudo que poderia ter sido feito e não foi ( despoluição da Baia da Guanabara sendo o maior - e fétido - exemplo ). Isso agora já era, não foi feito e nem será feito no futuro próximo, porque tanto o Estado quanto a Prefeitura terão que pagar a pesada conta por anos vindouros. 

Tudo o que espero destes jogos - que infelizmente verei apenas pela TV - é que transcorram em paz, sem grandes atos de violência. Claro que isso será apenas paliativo, porque quando o "circo" for levantado a bala voltará a zuar na cidade maravilhosa. Aqui entra outro ponto: a falência do sistema das UPP's que nem resistiram ao fim dos jogos. Claro que não prender bandido jamais iria dar certo e um dia eles reagiriam. Falei isso e, para variar, fui muito criticado. O tempo provou que eu estava certo.

No campo esportivo este será a primeira Olimpíada também em outro quesito, também pouco nobre: punição por Dopping para uma Nação. A Rússia teve toda a sua equipe de Atletismo banida dos jogos por causa de Dopping, que teve participação do governo de Putin. Outros russos virão ao Rio, mas a mancha está feita e jamais será esquecida.

O Brasil sonha em ficar no Top Ten, mas segue dependendo de esportes com pouca distribuição de medalhas: esportes coletivos e ou individuais. Esportes como Halterofilismo, Arco e Flecha, Tiro, Luta e Tênis de Mesa seguirão sem chances de termos brasileiros no pódio. Entre os que distribuem várias medalhas, temos chances apenas no Boxe, Ginástica, Judô, Natação e ( poucas ) no Atletismo. Muito pouco foi feito em 16 anos da Lei de Incentivo ao Esporte, porque as Federações usam a maior desse dinheiro para o seu custeio, não para formar atletas.

Imagino o Brasil com no máximo 6 Ouros, mas posso estar errado e serem apenas 3. Nada de 10 como sonha Carlos Arthur Nuzman, o Presidente do COB e do Comitê Organizador dos Jogos. Ao todo, somando todas as medalhas, podemos chegar até às 20 ( ou até mesmo passar ), mas não vejo como somar uma dezena de ouros. Ah, sim, só para constar a festa de abertura vai custar a bagatela de 100 milhões de reais.

Como dizia o Barão de Coubertin: "o importante competir". Vejamos quanto custará esta "competição" para nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário