Patrocínio

Patrocínio

quarta-feira, outubro 19

Eduardo Cunha é preso

Fim de uma era...
E eis que o dia finalmente chegou. O ex-homem forte de Brasília agora está preso. Eduardo Cunha, que chegou a ser o terceiro na linha sucessória da republica já era Réu em diversos processos ligados a operação Lava Jato, mas seguia livre. Agora não mais.

O Juiz Sérgio Moro decretou a prisão de Cunha e também bloqueou mais de 220 milhões de reais em contas pertencentes ao ex-Deputado, cassado recentemente. Além disso, a Polícia Federal cumpriu mandato de busca e apreensão de documentos na casa do ex-presidente da Câmara dos Deputados. 

Cunha tornou-se famoso nacionalmente ao derrotar dois candidatos do Palácio do Planalto ( ambos do PT ) pela disputa da Presidência da Câmara dos Deputados. Venceu no primeiro turno, feito raríssimo. Seu mandato foi sempre cercado de embates com a então Presidente Dilma e o PT. Antes mesmo de aceitar a denúncia contra Dilma, que terminou por cassá-la menos de um ano depois, ele já estava envolto na lama gerada pelas investigações da Operação Lava Jato.

Conduziu o Processo de Impeachment na Câmara, mas depois foi afastado pelo STF, que suspendeu o seu mandato. Fora da Presidência seguiu manobrando como pode para evitar que o Processo que corria contra ele no Conselho de Ética fosse adiante. Tentou de tudo, mas seu poder diminuía rapidamente. Terminou cassado, praticamente sem apoios.

Agora, preso, chega ao ponto mais baixo de uma carreira permeada de assuntos mal resolvidos e que sempre cheiraram mal. Basta dizer que, mesmo que indiretamente, ele esteve envolvido no Processo de Cassação de Fernando Collor de Mello. 

No Brasil atual é possível que nunca mais volte a cena. É o que esperamos de nossa justiça. O país respira melhor com ele preso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário