Patrocínio

Patrocínio

quinta-feira, março 10

O dia em que uma brasileira chocou o mundo do tenis

Após o Show da Final, Maria Esther recebe o trofeu das mãos da Duquesa de Kent, tia da Rainha Elizabeth II
No ano anterior ela já mostrara do que seria capaz ao vencer o Torneio de Duplas
Falar da prática do Tênis nos dias atuais é falar de um grupo de alguns pouco privilegiados, motivo pelo qual temos poucos atletas de destaque no circuito. Se formos falar de mulheres no esporte então, ai é quase covardia. Mas teve um dia em que o mundo ficou à merce de uma brasileira de menos de 20 anos. E que se tornou uma lenda que, infelizmente, é mais reconhecida lá fora do que no seu país.

Maria Esther Bueno. Diga esse nome em qualquer parte da Inglaterra e tenho certeza de que muitos saberão quem é, até mesmo os mais novos. Mas aqui no Brasil eu arrisco que no máximo 2 em cada 100 serão capazes do mesmo. Lamentável, mas ela nem se importa com isso, sabe o que fez e o que representou para o esporte tupiniquim. Ela é detentora de 19 Títulos de Grand Slam do Tênis, os quatro torneios mais importantes: Aberto da Austrália, Roland Garros ( onde nunca venceu em Simples ), Winbledon ( onde ainda é uma das maiores vencedoras do torneio!!! ) e Aberto dos Estados Unidos.

Imaginem o quanto deve ter sido fácil para uma brasileira ir para Europa no fim dos 50... pois é, ela foi e venceu o Aberto da Itália em 57 ( a época o quinto mais importante do Circuito ). Em 1958 ela venceu o torneio de Duplas além de conseguir chegar às quartas da chave de simples. Tanto que Maria Esther foi nomeada como Cabeça de Chave N.º 6 um ano depois.

Uma a uma ela foi derrubando suas rivais. Perdeu apenas 2 sets nas partidas da campanha. Venceu e foi ovacionada pelos presentes, arrebatando a todos com seu estilo único de saque e voleio e jogadas surpreendentes, que deixavam as rivais sem reação. E nem tinha 20 anos ainda... antes de prosseguir, deixo aqui um vídeo daquele dia: 


Como comparação, Gustavo Kuerten é o maior tenista do Brasil entre os homens e venceu com 21 anos em Roland Garros, causando quase o mesmo espanto que essa conquista de Maria Esther, contudo... ele venceu apenas 3 vezes o mesmo Grand Slam. Maria Esther venceu 7 torneios ( 3 vezes Winbledon, 5 vezes nos EUA e uma no Aberto da Austrália ), além de outras 11 vezes em Duplas Femininas e uma vez em Dupla Mista. Para se ter uma ideia. nenhum atleta da América Latina ( homem ou mulher ) tem mais do que ela. 

Essa mulher está desde 1978 no Hall da Fama do Esporte e já foi muitas vezes homenageada pelo mundo. É tratada como lenda, que é, por atletas modernos tipo Roger Federer que pediu para ela lhe mostrar a sua famosa esquerda. E o Suíço, multi campeão, jamais a viu atuar profissionalmente. Aqui no Brasil... bom, pergunte aos atletas da Seleção de Futebol, Basquete, Volei e cia e arrisco que quase nenhum vai saber quem ela foi...

Esse post fica como uma humilde lembrança deste fã de esportes para esta mulher, uma verdadeira Lady, que tanto fez no mundo do Tênis. Que, quem sabe, por este post ela passe a ser mais conhecida por nossa querida Salgueiro e região. Ela, com certeza, merece...

Guga, Maria Esther e Roger Federer: que trio!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário