Patrocínio

Patrocínio

domingo, novembro 20

Dia da Consciência Negra? E desde quando isso tem cor?

Será que as pessoas sabem que existiram vários Zumbis?
Pode até não parecer, mas tenho descendência negra, praticamente todos temos. Meus filhos tem uma mãe negra e do lado do avô os antecedentes são praticamente todos negros. Digo isso antes de começar o texto para que não reste dúvida sobre o que será dito a partir daqui, de que posso sim fazer isso e de que tenho conhecimento de causa. Adiante...

O dia 20 de Novembro foi instituído em 2003 como sendo o da "consciência negra". A ideia era ter uma outra data na qual os negros pudessem chamar de sua, uma vez que segundo o "movimento partidário negro" não pegava bem ter como heroína uma branca, rica, elitizada e ainda por cima carola. A data, é claro, não foi escolhida a esmo: é a que se acredita em que Zumbi dos Palmares tombou em batalha, no ano de 1695. Inicialmente a data apenas foi colocada no calendário escolar brasileiro, mas em 2011 virou Lei Federal e posteriormente feriado em mais de 1000 cidades e alguns estados. 

Os problemas começam pelo homenageado na data. Poucos sabem que não existiu apenas um Zumbi. Aliás, o nome do líder que morreu a mais de 300 anos nem esse, pois a denominação era dada ao líder do Quilombo. E continuam porque pouco, ou praticamente, nada sabe-se dele. Além disso teria matado envenenado Ganga Zumba - seu Tio e então líder - do Quilombo quando este quis selar uma paz com o Governador de Pernambuco ( à época a região da Serra da Barriga pertencia ao estado ). Não vou aqui contestar essa decisão - se de fato tiver ocorrido - mas matar o tio não me parece uma decisão nobre, certo?

Existem outras tantas questões acerca deste dia e sua comemoração ( o fato de ser feriado é uma delas ), mas quero ater-me a uma, que está dita no título deste post: desde quando consciência tem cor? Não, não tem e jamais terá. O negro comum nem liga para a data. E o que eu chamo de negro comum é o negro que não é militante de partido de esquerda, que não fica atacando os outros e que busca resolver, ele mesmo, seus problemas. Temos problemas no Brasil? Claro que sim, mas o temos para todos: negros, brancos, índios, mulatos, morenos... não apenas para negros. Por isso é que o militantes de esquerda dizem que o negro que não se integra ao movimento é um negro de alma branca, porque segundo estes se dobraria ao sistema. 

Podemos ir além e lembrar que segundo alguns escritores, Zumbi teria escravos!!! Ou que ao ter uma data criada para desconstruir o 13 de Maio não ensinamos a história como ela de fato aconteceu e sim como querer os "negros militantes". E posso falar isso tranquilamente, porque sou formado em História e sei bem do que falo. E o que dizer da questão das cotas? Ou ainda de que mesmo nos partidos de esquerda inexistem negros em cargos de comando? 

Para tentar ilustrar, e defender, meu ponto de vista, deixo esta soberba e espetacular resposta dada por Morgan Freeman - negro - ao jornalista Mike Wallace da CBS - branco e judeu - onde fica clara a inutilidade da data de deste domingo:


E é claro, que entre Freeman e o que pensam os esquerdistas brasileiros, eu nem preciso dizer de que lado eu fico, certo? Seria o ótimo Morgan Freeman também um negro de alma branca?

Nenhum comentário:

Postar um comentário